Blog do Bloco

Psicanalistas criam bloco para libertar ‘amor recalcado’
Comentários 3

jussarasoares

 

MascarasJá dizia Sigmund Freud: ''Todo tratamento psicanalítico é uma tentativa de libertar o amor recalcado.''   E, para um grupo de cinco psicanalistas apaixonados por samba, o Carnaval também é. Tanto é que criaram o bloco Unidos do Inconsciente, que dá seu grito de Carnaval nesta quinta (4), a partir das 20h30, na Praça Irmãos Karmann, em Perdizes, na Zona Oeste.  ''Sem recalque e sem frustração, meu amor. Hoje é Carnaval'', defende o manifesto do bloco.  Fantasias e paródias de marchinhas famosas citam conceitos psicanalíticos em meio à folia.

''Na psicanálise, se a pessoas conseguem rir de si mesmas é um sinal de saúde mental. E o Carnaval é uma grande piada, em que as pessoas brincam consigo mesmas'', diz a psicanalista Ludmila Frateschi, uma das organizadores do bloco. O manifesto de fundação do Unidos do Inconsciente cita Freud, claro. ''Como Freud, não permitimos que nenhuma reflexão nos tire a alegria das coisas simples da vida.''

Do consultório para o Carnaval: Freud virou estandarte de bloco. Foto: Divulgação

Do consultório para o Carnaval: Freud virou estandarte de bloco. Foto: Divulgação

 

E é nesse clima de brincadeira que Freud e psicanalistas como Jacques Lacan e Melanie Klein viraram máscara de Carnaval.  Teorias e termos como Complexo de Édipo (Freud), o caso clínico Homem dos Lobos (Lacan) e Seio bom, seio mau (Klein) inspiraram as fantasias.  Já  a rotina de estudos e dos consultórios virou  divertidas paródias de marchinhas clássicas.

Os versos de ''Aurora'' se tornaram''Se você não fosse  histérica/ ôôôõ, ô Dora''. A melodia de ''Cachaça é Água'' ganhou letra nova: ''Se você é pensa que Lacan é fácil/Jacques Lacan não é fácil não''.  E até o paciente que não paga a consulta inspirou o grupo: ''Se o paciente não pagar/olê, olê, olá/Eu Vou cobrar'', baseada na ''Marcha do Remador.''  Sobrou até para psicanalistas brasileiros Maria Rita Kehl e Contardo Calligaris, que aparecem em ''Aliviar os Males'', uma versão para ''Multa Bossa Nova.''

De acordo com Ludmila, a ideia surgiu  em novembro de  2015  como uma brincadeira entre amigos que frequentam o Instituto Sedes Sapientiae. ''Nossa ideia era se reunir para cantar nossas músicas e dar uma volta na praça. Não esperamos mais de 50 pessoas'', diz. No entanto, a repercussão entre amigos e redes sociais tem sido boa. E pode sere ser que até paciente resolver aparecer para brincar.  ''Isso não terá problema. Depois a gente resolve isso na sessão'', brinca Ludmila.

Unidos do Inconsciente
Data: 04 de fevereiro – quinta-feira
Horário: 20h30
Local: Praça Irmãos Karmann, em Perdizes.

 


Mel Lisboa é madrinha de bloco na região da Cracolândia, em SP
Comentários 2

jussarasoares

Em 2015, Mel Lisboa desfilou como a personagem Vanda Marquetti, da peça "Luz Negra".

Em 2015, Mel Lisboa desfilou como a personagem Vanda Marquetti, da peça ''Luz Negra''.

A atriz Carolina Dieckmann é musa do Bloco da Preta, da cantora Preta Gil, no Rio de Janeiro. Em São Paulo, Fernanda Paes Leme rouba a cena no bloco Casa Comigo e Alessandra Negrini, rainha de bateria do Acadêmicos do Baixo Augusta, virou deusa absoluta da internet ao cruzar a Rua da Consolação como noiva. Em comum, os três blocos, além de terem atrizes como foliãs de luxo, arrastam multidões no pré-Carnaval. Na contramão dessa dobradinha ''celebridade + bloco pop'', a atriz Mel Lisboa, de 34 anos, desfila pela quarta vez, no domingo de Carnaval (7), como madrinha do Cordão do Triunfo, que percorre as ruas da região da Cracolândia, no Centro de São Paulo. O público é de no máximo 1000 pessoas, no auge do cortejo.

Fundado em 2013, o grupo carnavalesco é ligado à companhia de teatro Pessoal do Faroeste, localizada na Rua do Triunfo.  A proposta é que o bloco seja um instrumento para  resgatar a história da Boca do Lixo, endereço que abrigou muitos empresas da indústria cinematográfica na década de 20 e 30. Neste ano, o tema está ligado à Cartografia Afetiva do Quadrilátero do Pecado,  projeto que a  companhia está desenvolvendo para conhecer os moradores e aproximar o público da área que ficou famosa pela concentração de prostitutas e bandidos.

''É uma área esquecida por todo mundo e alvo de muitos preconceitos. O bloco é uma maneira de divulgar o trabalho social da companhia na região'', diz Mel Lisboa, que está em cartaz no teatro Luz do Faroeste com o musical ''Luz Negra'', do diretor Paulo Faria. A peça retrata a Frente Negra Brasileira, movimento que incluiu negros no contexto político, social e cultural de São Paulo.

Cordão do Triunfo desfila pelas ruas da Cracolândia .

Cordão do Triunfo desfila pelas ruas da Cracolândia .

Para Mel, o posto de madrinha de bateria é apenas uma chamariz. ''Na verdade sou uma foliã como qualquer outra'', diz a atriz, que apesar do título não se preocupa com a fantasia que vai exibir. ''Usamos os figurinos do acervo do teatro para desfilar.'' No ano passado, ela desfilou caracterizada como a personagem Vanda Marquetti, que interpreta em ''Luz Negra''.

O Cordão do Triunfo vai desfilar acompanhado da bateria do Conselho do Samba. Neste ano, o grupo fez uma marchinha que fala sobre a região, o incêndio do Museu da Língua Portuguesa e faz críticas à gestão do governador Geraldo Alckmin.  ''É uma região que fica muito vazia. O nosso desfile parece um Carnaval do interior. As pessoas vão se juntando e há muitas crianças'', compara o diretor da companhia, Paulo Faria.

O bloco se concentra às 14h, na sede Luz do Faroeste, na Rua do Triunfo, 305, e segue pela ruas General Osório, Santa Ifigênia, Ipiranga, São João, Vitória e retorna à Rua do Triunfo. ''Como outros blocos, o Cordão do Triunfo tem crescido ano a ano, apesar das pessoas ainda terem medo de frequentar a região. Eu sempre digo: pode ir de táxi e de metrô. O problema na região não é de violência é de saúde pública'', diz Mel.

Cordão do Triunfo
Data: 7 de fevereiro – domingo
Horário: 14h
Local: Rua do Triunfo, 301/305 – Santa Ifigênia

 

 


Em SP, prefeitura faz campanha contra violência sexual no Carnaval
Comentários 1

jussarasoares

Leques com orientação sobre violência contra mulher serão distribuídos em blocos e no Anhembi. Foto: Rodrigo Paiva

Leques com orientação sobre violência contra mulher serão distribuídos em blocos e no Anhembi. Foto: Rodrigo Paiva

Cem mil leques como orientações sobre assédio, violência física e/ou sexual contra mulheres serão distribuídos no blocos de rua e no Sambódromo do Anhembi durante os dias oficiais de Carnaval. No material, estarão os telefones do Plantão de Atendimento e o QRCode (código de barra escaneado por celular) com direcionamento para o site da secretaria municipal de Políticas para Mulheres e para os endereços da Rede de Atendimento às Mulheres em Situação de Violência de Gênero.

Para atender mulheres que passarem por situação constrangedora ou que sofram qualquer tipo de violência de gênero, como xingamento, perseguição, abordagem invasiva, estupro, lesão corporal, agressão física, entre outros, haverá um plantão no Centro de Referência da Mulher – Casa Eliane de Grammont, na Vila Clementino. O funcionamento será de sábado (6) a terça (9), de 12h às 10h.

As ações fazem parte da campanha #foliasemmachismo da Secretaria Municipal de Políticas para as Mulheres, que participa pela primeia vez da Comissão Intersecretarial do Carnaval de Rua da Cidade de São Paulo. De acordo com pesquisa da Spturis (São Paulo Turismo) no primeiro fim de semana de blocos na ruas, 67% do público do  é feminino.

 

 

Serviço

CENTRO DE REFERÊNCIA DA MULHER – CASA ELIANE DE GRAMMONT
Endereço: Rua Dr. Bacelar, 20 (esquina com a Rua Estado de Israel) Vila Clementino
Telefones: (11) 5549-9339 ou 5549-0335
Dias: 6 a 9 de fevereiro, das 12h às 20h

 

 

 


Baixo Augusta se firma como maior bloco de SP e quer dois desfiles em 2017
Comentários 26

jussarasoares

Alessandra Negrini é rainha de bateria do Baixo Augusta. Foto: Junior Lago/UOL

Alessandra Negrini é rainha de bateria do Baixo Augusta. Foto: Junior Lago/UOL

De endereço novo, o Acadêmicos do Baixo Augusta, que neste ano trocou a Rua Augusta pela Rua da Consolação, encerrou seu desfile na noite de domingo (31) como o maior bloco de São Paulo. De acordo com números da secretaria de Cultura, foram cerca de 130 mil pessoas.  A multidão fez os organizadores estimarem, no auge da festa, em 200 mil foliões. ''Vamos ficar com o número oficial. Estamos felizes de sermos o primeiro bloco  a ultrapassar a barreira de 100 mil pessoas em São Paulo,  ainda mais em um dia repleto de outras opções. A cidade mostrou que está apaixonada pelo Carnaval de rua, que está redescobrindo essa paixão antiga que vem desde a época dos cordões'',  disse o produtor e apresentador Ale Youssef, presidente do Baixo Augusta.

Ainda sob o efeito do desfile, os organizadores do bloco já pensam em 2017.  A ideia é que o Baixo Augusta passe a fazer dois desfiles no próximo ano: um no pré-Carnaval e outro durante o Carnaval. ''A intenção é fazer o último desfile para encerrar o Carnaval. Talvez na Quarta-feira de Cinzas'', adianta Youssef.

Para o produtor e agitador cultural, a tendência é que, com a consolidação do Carnaval de rua em São Paulo, os blocos maiores passem a se interessar também pelos dias oficiais de folia. ''É importante que os blocos grandes passem a ocupar também o período do Carnaval'', defende.

Público estimado na Rua Consolação foi de 130 mil.

Público estimado na Rua Consolação foi de 130 mil pessoas.

Fundado em 2009, o Baixo Augusta se tornou uma organização não governamental no final de 2014.  Neste ano, seu tema foi ''Família Augusta'', um protesto ao Estatuto da Família que tramita no Congresso. ''A força do Baixo Augusta é ter um um espírito ativista. As pessoas abraçam a causa'', diz Youssef.

Para o secretário municipal de Cultura Nabil Bonduki, o destaque do Baixo Augusta, originalmente paulistano, como maior bloco é a consolidação do movimento carnavalesco com a participação dos moradores.  ''O Baixo Augusta não é de fora. Isso mostra que os grupos da cidade estão cada vez mais se consolidando, com cidadania e o envolvimento das pessoas'', observa.

Entre os blocos com filiais em São Paulo, o carioca Monobloco, cuja bateria paulistana tem 130 ritmistas, levou  90 mil pessoas para o Ibirapuera, segundo a Polícia Militar. Já o pernambucano Alceu Valença se apresentou sábado (30) para 40 mil foliões, também na região do Monumento às Bandeiras.  A Avenida Tiradentes reuniu, segundo a prefeitura 40 mil pessoas no sábado, para a apresentação do trio Bangalafumenga, grupo carioca de bateria paulistana; o Sargento Pimenta, do Rio de Janeiro, e o paulistano Chega Mais.  Os organizadores falam em 80 mil.

Na Avenida Brigadeiro Faria Lima, o Casa Comigo, fundado na Vila Beatriz, atraiu uma multidão no sábado (30). De acordo com estimativas da Secretaria de Cultura, foram 30 mil pessoas. Para os organizadores, 55 mil. Já o Confraria do Pasmado, que encerrou seu desfile no Largo da Batata, atraiu 20 mil pessoas, segundo os números da administração pública. Já a direção do Pasmado estima que até 40 mil pessoas passaram pelo evento.

Os números preliminares apontam que 600 mil pessoas participaram do Carnaval de Rua em São Paulo. Os dados finais devem ser contabilizados nesta terça-feira (2).

 


Mulheres são quase 70% dos foliões no Carnaval de rua de São Paulo
Comentários 8

jussarasoares

Foliã curte o Monobloco na manhã de domingo no Ibirapuera. Foto: Rodrigo Paiva/UOL

Foliã curte o Monobloco na manhã de domingo no Ibirapuera. Foto: Rodrigo Paiva/UOL

Estimativas preliminares da Prefeitura de São Paulo indicam que pelo menos 600 mil pessoas aproveitaram os 139 blocos que desfilaram nesse fim de semana de pré-Carnaval na capital. E as ruas foram tomadas, principalmente, por foliãs. Do total de público, 67% eram mulheres, como apontam os resultados parciais da pesquisa de campo do Observatório de Turismo e Evento da Spturis (São Paulo Turismo) realizada durante os blocos do sábado (30) e de domingo (31) pela manhã.

O levantamento da Spturis  mostra que 97% do público mora em São Paulo e revelou também que há mais pessoas interessadas em aproveitar a folia na cidade: 71% dos entrevistados afirmam que ficaram por aqui para curtir o Carnaval, e 64% acompanharam os blocos pela primeira vez.

Entre os foliões com mais experiência, 14% passaram o frequentar as festas nas ruas no ano passado. Em 2014, foi a estreia de 35% dos entrevistados. Já 2013 foi o primeiro ano para 25% dos foliões, e 2012 para 10% das pessoas. Quatorze por cento disseram que participam dos eventos há mais de quatro anos.

A pesquisa também aferiu a avaliação do público sobre a infraestrutura da festa. Para 66%, os banheiros são suficientes e 87% declararam terem vistos ambulância para atendimento. A avaliação foi positiva (acima dos 90%) para facilidade de locomoção, sensação de segurança dos blocos, limpeza pós-desfiles e organização.

De acordo com a pesquisa, 81% percebem o crescimento do Carnaval de rua de São  Paulo e 98% dos entrevistados dizem que a prefeitura deve continuar apoiando. Os números finais sobre o total de foliões no fim de semana deve ser divulgado na terça (2).


No Rio, Bloco da Preta e Simpatia levam milhares às ruas; veja o roteiro
Comentários Comente

jussarasoares

Em novo endereço: Bloco da Preta desfila na Rua 1° de Março. Foto: Felipe Panfili/Agnws

Em novo endereço: Bloco da Preta desfila na Rua 1° de Março. Foto: Felipe Panfili/Agnws

No último fim de semana antes do Carnaval, blocos com capacidade para atrair multidões vão ocupar as ruas do Rio de Janeiro. O maior deles  é o Bloco da Preta, da cantora Preta Gil, que por causa das obras da Avenida Rio Branco fará seu desfile na Rua 1° de Março, no Centro. a partir das 13h, no domingo (31).  A expectativa é atrair 400 mil pessoas e reunir famosos, como a atriz Carolina Dieckmann, em cima do trio elétrico.

No sábado (30), outro campeã de público, o Simpatia é Quase Amor, desfila às 16h, na Praça General Osório, em Ipanema. Já o Bloco Brasil, que se dedicado à MPB,  se apresenta às 15h na Praça Almirante Julio de Noronha, no Leme, para um público estimado de 25 mil.

No domingo (31), não faltam boas opções como Empolga às 9, que sai às 16h no Posto 9 em Ipanema; e o tradicional Suvaco de Cristo, no Jardim Botânico, às 10h. O divertido Fogo& Paixão, que exalta a música brega, desfila no Largo São Francisco, no Centro. E os fãs de sertanejo poderão cair na folia com o bloco Chora, Me Liga, que se concentra às 8h em frente ao Forte de Copacabana. O cortejo será comandado pela dupla João Lucas & Matheus.

 

 

 

Sábado – 30 de janeiro

Simpatia é Quase Amor
Horário: 16h
Local:  Praça General Osório – Ipanema

Em Ipanema, Simpatia é Quase Amor espera 100 mil foliões: Foto:  Rafael Rolim/UOL

Em Ipanema, Simpatia é Quase Amor espera 100 mil foliões: Foto: Rafael Rolim/UOL

Bloco Brasil
Horário: 15h
Local:  Praça Almirante Julio de Noronha – Leme

 

Xupa Mas Não Baba
Horário:  14h
Local: Rua Alice, nº 1 – Laranjeiras

Areia
Horário: 11h
Local:  Rua Dias Ferreira, entre a Avenida Bartolomeu Mitre e a Rua General Urquiza – Leblon

Imaginô? Agora Amassa!
Horário: 10h
Local: Rua José Linhares, esquina com Rua Conde de Bernadote – Leblon

Parei de Beber, Não de Mentir!
Horário: 14h
Local: Praça do Bandolim – Curicica

Banda do Pechincha
Horário: 16h
Local: Largo do Pechincha – Pechincha

Embalo da Barão
Horário: 16h
Local:  Country Clube da Praça Seca – Praça Seca

Põe na Quentinha?
Horário:  14h
Local: Rua Conselheiro Saraiva, em frente ao nº 39 – Centro

Eu Amo a Lapa
Horário: 21h
Local: Praça Cardeal Câmara (Arcos da Lapa)

Alegria da Mangueira
Horário:  19h
Local:  Campo da UPP Mangueira – Rua Visconde de Niterói – Mangueira

Céu na Terra
Horário: 8h
Local:  Praça Odylo Costa Neto – Santa Tereza

Pinto Sarado
Horário: 17h
Local:  Traessa Sara – Santo Cristo

Imperadores de São Cristóvão
Horário: 18h
Local: Rua General José Cristino, nº 19 – São Cristóvão

Batuque de Ciata
Horário: 17h
Local: Praça Coronel Assunção (Praça da Harmonia) – Saúde

Banda da Zulmira
Horário: 18h
Local: Praça Niterói – Maracanã

Butano na Bureta
Horário: 14h
Local:  Rua Senador Furtado, esquina com Rua Pará – Maracanã

Banda do Tijuca
Horário: 18h
Local:  Tijuca Tênis Clube – Tijuca

Banda Haddock
Horário:  18h
Local: Rua Afonso Pena, nº 10 – Tijuca

Mini Bloco
Horário: 10h
Local:  Praça Xavier de Brito – Tijuca

Banda de Vila Isabel
Horário: 18h
Local: Boulevard 28 de Setembro, esquina com a Praça Barão de Drummond – Vila Isabel

Plantão Bom é Samambaia
Horário: 12h
Local:  Praça Maracanã – Vila Isabel

Ilha Encosta que Ele Cresce
Horário: 16h
Local:  Praça Jerusalém – Jardim Guanabara

Os Monarcas
Horário: 15h
Local:  Praia da Engenhoca (Quiosque 5) – Ribeira

Calma Amor
Horário: 17h
Local: Praça Ferreira Souto – Irajá

Banda Devassa
Horário: 18h
Local: Rua Patagônia, entre a Rua Quito e Rua Nicarágua – Penha

Fuzuê… Só Alegria Pra Você!
Horário: 18h
Local:  Rua Chapadinha, nº 02 – Del Castilho

Serrote Afiado
Horário: 18h
Local: Rua Mario ferreira, 217 – Engenho da Rainha

Quem Mora no Méia Não Bobéia
Horário: 20h
Local: Rua Dias da Cruz, esquina com Rua Silva Rabelo – Méier

É Isso que Eu Te Falo!
Horário:  18h
Local:  Rua Capitão Teixeira, entre as Ruas Frei Miguel e Santa Marta – Realengo

Bloco da Sá Pereira Infantil
Horário: 10h
Local:  Bloco da Sá Pereira Infantil – Botafogo

Banda Bandida
Horário: 17h
Local: Rua Rodolfo Dantas, entre a Av. Nossa Senhora Copacabana e Rua Barata Ribeiro – Copacabana

Bloco dos Mendigos
Horário: 13h
Local: Rua Bulhões de Carvalho, esquina com Rainha Elizabeth – Copacabana

Domingo – 31 de janeiro
Suvaco de Cristo
Horário:  10h
Local: Rua Jardim Botânico, esquina com Rua Faro – Jardim Botânico

O tradicional Suvaco de Cristo desfiça às 10h, no Jardim Botânico: Foto: Marcos Pinto/UOL

O tradicional Suvaco de Cristo desfiça às 10h, no Jardim Botânico: Foto: Marcos Pinto/UOL

Chora, Me Liga
Horário: 10h
Local:  Avenida Atlântica, altura do Posto 6 – Copacabana

Empolga às 9h
Horário: 16h
Local: Praia de Ipanema, Posto 9 – Ipanema

Cortejo Cordão do Boitatá
Horário: 8h
Local: Arcos da Lapa

Bloco da Preta
Horário:  12h
Local:  Rua Primeiro de Março, entre Rua Buenos Aires e Rua do Rosário – Centro

Fogo e Paixão
Horário: 11h
Local:  Largo de São Francisco – Centro

Escravos da Mauá
Horário: 13h
Local:  Largo São Francisco da Prainha

Gigantes da Lira
Horário: 9h
Local:  Praça Jardim Laranjeiras – Rua General Glicério – Laranjeiras

Larga a Onça, Alfredo!
Horário: 18h
Local:  Rua Ipiranga, em frente ao nº 49 – Laranjeiras

Quem Não Guenta Bebe Água
Horário: 14h
Local: Rua Gago Coutinho, esquina com Rua Marquesa de Santos – Laranjeiras

Se não quiser me dar, me empresta
Horário: 14h
Local: Avenida Vieira Souto, esquina com Rua Vinícius de Moraes – Ipanema

Banda da Barra
Horário: 15h
Local:  Avenida Lúcio Costa, em frente ao nº 3.600 – Bondinho da Banda da Barra

Bloco da Urubuzada
Horário: 14h
Local: Praça Afonso Pena – Tijuca

Bloco das Cacheadas
Horário: 11h
Local:  Rua Barão de Mesquita, 280 – Tijuca

Timoneiros da Viola
Horário: 15h
Local: Praça Paulo da Portela – Vila da Penha

O Fervo
Horário: 14h
Local:  Rua Maia de Lacerda, esquina com Rua Estácio de Sá – Centro

Eu Choro Curto Mas Rio Comprido
Horário: 16h
Local:  Rua Aristides Lobo, 250 – Rio Comprido

Tamo Junto in Folia
Horário: 16h
Local:  Rua Marechal Marciano, esquina com Santana de Ipanema (Praça das Juras) – Padre Miguel

 

 


139 blocos desfilam no fim de semana em São Paulo; confira a programação
Comentários 1

jussarasoares

Bloco Casa Comigo desfila no sábado, 30, na Avenida Faria Lima.

Bloco Casa Comigo desfila no sábado, 30, na Avenida Faria Lima.

A folia vai tomar conta das ruas de São Paulo a partir desta sexta (29). Em três dias, 139 blocos desfilarão pela cidade. Para se ter uma ideia de quanto o fim de semana será agitado, durante os cinco de Carnaval serão 147 cordões. Além dos blocos que arrastam milhares de pessoas pelas ruas do Centro e Zona Oeste,  há cordões para todos os gostos em vários pontos da capital. Confira a programação completa e escolha em qual você vai se divertir.

 Sexta-feira – 29/01

Broco da Burocra
Horário: 18h
Local: Rua Matias Aires (Entre as Ruas Haddock Lobo e Augusta)

 Bantantã
Local: 14h
Concentração: Rua Desembargador Armando Fairbanks – Butantã

Vem ni mim que eu tô com tudo
Horário: 17h
Local: Rua Canadá, 301 – Jardim América

Bloco do Gracinha
Horário: 10h e 14h
Local: Rua Osiris Magalhães de Almeida, 144 – Jardim Monte Kemel (Butantã)

Bloco carnavalesco @migos do Samba.com.
Horário: 14h
Local: Praça Roosevelt – Centro

Bloco de Carnaval Pinto do Visconde
Horário: 18h
Local: Rua Caetano Pinto, 575 – Brás

Bloco do Faísca
Horário: 19h
Local: Rua Galvão Bueno, 83 – Liberdade

Bloco Carnavalesco Ramaloucos
Horário: 12h
Local: Rua Conselheiro Ramalho, 744 – Bela Vista

O Bloco Ritaleena fará seu segundo desfile em 2016. Foto: reprodução

O Bloco Ritaleena fará seu segundo desfile em 2016. Foto: reprodução

 

Sábado – 30/01

Bloco Fuzuê SP
Horário: 15h
Local: Rua Medeiros de Albuquerque – Vila Madalena

Unidos da Ressaca do Diabo
Horário: 15h
Local: Largo Senador Raul Cardoso – Vila Mariana

Turma do Funil
Horário: 14h
Local: Avenida 11 de Junho, 350 – Vila Clementino

Bloco Infantil Mamãe Eu Quero
Horário: 9h
Local: Praça Irmãos Karmann – Perdizes

Bloco Grande Família
Horário: 11h
Local: Avenida Moema, 161 – Moema

Unidos de Parque são Jorge
Horário: 18h
Local: Rua Antônio Macedo (início, ao lado do posto de gasolina) – Parque São Jorge
Moocarnaval
Horário: 15h
Concentração: Clube Escola Mooca – Rua Taquari, 549 – Mooca

Bloco Belém Belém
Horário: 12h
Local: Largo Ubirajara – Belém

Bloco do Fico
Subprefeitura: Ipiranga
Horário: 13h
Local: Esquina Rua dos Sorocabanos X Rua Agostinho Gomes e Rua Bento Vieira – Ipiranga

Bloco do onze
Horário: 13h
Local: Rua Amadis, 262 – Ipiranga

Bloco Carnavalesco Manga Rosa
Horário: 13h
Local: Rua Serranos esquina com Rua Patuaí – Vila do Bosque

Bloco do OPA!
Horário: 13h
Local: Esquina da Rua Cananéia, 7, com a Praça Centenário da Vila Prudente

Pimentas do Reino
Horário: 15h
Local: Rua Fidalga, 800 – Vila  Madalena

Bloco Volta Amélia
Horário: 16h30
Local: Rua Original, 87 – Vila Madalena

Avisa Lá
Horário: 14h
Local: Rua Simão Álvares com Arthur de Azevedo – Pinheiros

Nu'Interessa
Horário: 14h30
Local: Rua Filinto de Almeida (atrás do Fórum de Pinheiros) – Vila Madalena

Besta é Tu
Horário: 14h
Local: Rua Wisard, 252 (esquina com rua Girassol) – Vila Madalena

Bloco das Boleiras
Horário: 16h
Local: Praça Rafael Sapienza – Vila Madalena

Olha o sucesso!
Horário: 14h
Local: Rua da Consolação com Alameda Santos – Cerqueira César

A Ema Gemeu de Canto a Canto
Horário: 13h30
Local: Av: Brigadeiro Faria Lima, 364 – Pinheiros

Arrianu Suassunga
Horário: 17h
Local: Rua Guaicuí, 61 – Pinheiros

Bloco Zica
Horário: 17h
Local: Largo da Batata – Pinheiros

Perdendo a Linha
Horário: 14h
Local: Rua dos 3 irmãos com Rua Regente León Kaniefsky – Morumbi

Bloco de Carnaval – Flamengo Vila Maria
Horário: 13h
Local: Rua Dias da Silva, entre a Rua Andarai e Rua Diamantina – Vila Maria

Bloco Ziriguidum
Horário: 16h
Local: Avenida Tiquatira – Penha

B.U.M.A. Bloco Unidos da Maria Antonia
Horário: 13h
Local: Praça Rotary – Consolação

Banda Xique Xique do Cairo
Horário: 16h30
Local: Av. São João, 829 (Esquina com Rua Pedro Américo) – República

Bloco Fuzuê SP
Horário: 12h
Local: Praça Dom José Gaspar – República

Bloco Pau-Brasil
Horário: 15h
Local: Rua Jaceguai, 520 (Teatro Oficina) – Bela Vista

Bloco Ressaca do Cambuci
Horário: 14h
Local: Largo do Cambuci – Cambuci

Bloco Unidos do Acarajé
Horário: 14h
Local: Rua Martim Francisco, 529 (Esquina com a Rua Jaguaribe) – Santa Cecília

Blókõkê
Horário: 18h
Local: Rua Augusta (Esquina com Martinho Prado) – Consolação

Boêmios do Arouche
Horário: 16h
Local: Rua Sebastião Pereira – Arouche

Filhos da Santa
Horário: 14h
Local: Av. São João, 1830 (Quadra dos Filhos da Santa)

Oxente
Horário: 12h
Local: Rua Dr Cesário Mota Junior, 580 – Vila Buarque

Turma da Filó
Horário: 16h
Local: Avenida Vieira de Carvalho, 55 (Bar Caneca de Prata) –  República

Passaram a Mão na Pompeia
Horário: 13h
Local: Rua Ministro Ferreira Alves, 305 – Pompeia

Leopoldina tá em festa
Horário: 12h
Local: Rua Carlos Weber Esquina, alt. nº 988 Com Rua Milton Lodetti – Leopoldina

Bloco Saia de Chita
Horário: 13h
Local: Rua Tucuna, 1150 – Perdizes

Galosamba
Horário: 14h
Local: Rua Dona Germaine Buchard, 283 – Barra Funda

Cordão – Mi interna que eu to loco!
Horário: 10h
Local: Rua José Da Natividade Saldanha – Brasilândia

Bloco Calçada do Samba
Horário: 14h
Local: Rua Inácio Xavier de Carvalho, 200 – Brasilândia

Ai se me perdeu
Horário: 12h
Local: Rua Armando Coelho e Silva, 775 Parque Peruche – Clube Garcia D'Ávila

Grêmio Recreativo e Cultural do Imirim Brás Pereira Banda Show
Horário: 15h
Local: Rua Carolina Roque, 492 – Praça Maria Helena – Imirim

Raízes de Casa verde
Horário: 12h
Local: Avenida Baruel, 158 – Casa Verde

Príncipe Negro da Cidade Tiradentes
Horário: 18h
Local: Avenida dos Metalúrgicos,1081 (Quadra do Príncipe Negro da Cidade Tiradentes)

Afoxé Eletrico Orun Ilé
Horário: 19h
Local: Av. Metalúrgicos, 1081 – Cidade Tiradentes

Rainha Nzinga-Rainhas Negras Cidades Tiradentes
Horário: 22h
Local: Av. Dos Metalúrgicos, 1000 (Espaço Cultural Do Negro)

Bloco da Nega Zilda
Horário: 18h
Local: Av. dos Metalúgicos Nº 2.100 (Sacolão) – Centro Cultural Arte Em Construção.

Bloco Bicho Maluco Beleza
Horário: 10h
Local: Avenida Pedro Alvares Cabral/ Próximo ao Obelisco Ibirapuera/ Praça Ibrahim

Bloco da Ose
Horário: 12h30
Local: Rua Cristóvão Pereira, 1379 – Campo Belo

Bloco do Guerra
Horário: 14h
Local: Praça Pastor Stremme – Rua Cristovao Pereira com Rua Edison

Bloco carnavalesco Liberte a Ivonete
Horário: 12h30
Local: Rua Booker Pittman x Rua Verbo Divino – Santo Amaro

Ocupação
Horário: 18h
Local: Praça Bom Pastor na Rua Cesar Domênico com a Rua Professor Leôncio Gurgel – Itaquera

Acadêmicos do Ipanema
Horário: 12h
Local:  Rua Fillipo Juvara, 296 – Jardim Marília – Itaquera

Foliões da Sul
Horário: 11h
Local: Rua Artur Nunes da Silva 19 – Jabaquara

Bangalafumenga
Horário: 10h
Local: Avenida Tiradentes, próximo à Estação Tiradentes do Metrô

Sargento Pimenta
Horário: 14h
Local:  Avenida Tiradentes, próximo à Estação Tiradentes do Metrô

Chega Mais
Horário: 13h (previsão). Logo após o desfile no Banga e Sargento Pimenta
Local: Avenida Tiradentes, próximo à Estação Tiradentes do Metrô

Isso Memo
Horário: 16h
Local: Rua Ouro Grosso, 1458 com a Rua Armando Coelho e Silva, 16 – Parque Peruche

Bloco Ritaleena
Horário: 14h
Local: Esquina da Rua dos Pinheiros com rua Cônego Eugênio Leite – Pinheiros

Cordão Carnavalesco Kolombolo diá Piratininga
Horário: 14h
Concentração: Esquina da Rua Belmiro Braga, alt. nº 164 com a Praça Aprendiz das Letras – Pinheiros

Coração Bobo
Horário: 14h
Local: Praça Deputado Dario de Barros, 401 – Morumbi

Associação Recreativa e Cultural Bloco Carnavalesco Atrás do Copo
Horário: 12h
Local: Rua Doutor Rui Rodrigues Dória em frente ao Bar do Boni – Jardim dos Lagos

Bando 7
Horário: 12h
Local: Rua Girassol com a R. Purpurina – Vila Madalena

Bloco Casa Comigo
Horário: 11h
Local: Avenida Brigadeiro Faria Lima, esquina com Rua Coropé – Pinheiros

Me Fode que eu Sou Produção
Horário: 16h
Local: Praça Roosevelt – Centro

Os desvairados
Horário: 16h
Local: Rua Herculano de Freitas, 250 – Bela Vista

Todos Somos Carmen
Horário: 12h
Local: Praça Roosevelt esquina com a Rua Gravataí e Rua João Guimarães Rosa – Centro

Bloco Ciga-nos
Horário: 17h
Local: Viaduto Santa Ifigenia

Bloco Soviético
Horário: 15h
Concentração: Rua Haddock Lobo / Rua Matias Aires – Consolação

Desfile da Confraria do Pasmado é no domingo (29), em Pinheiros. Foto: Divulgação

Desfile da Confraria do Pasmado é no domingo (29), em Pinheiros. Foto: Divulgação

 

31/01 – domingo

Bloco DOM DOM
Horário: 14h
Local: Avenida Guilherme Dumont Villares 1210 em frente ao bar Dom Villas – Morumbi

 Bloco Filhos da Foto
Horário: 10h30
Local: Alameda Barão de Limeira, 1500 – Santa Cecília

Família sem conflito
Horário: 13h
Local: Grêmio Recreativo Esportivo Sem Conflito – Freguesia

Cordão do Congo
Horário: 14h30
Local: Rua Raulino Galdino da Silva, 310 – esquina com a Rua Araujo Guimarães – Jardim Maritesla

PitbulBanguela
Horário: 14h
Local: Esquina das Ruas Catão com Camilo – Lapa

Bloco da Vovó
Horário: 14h
Local: Rua Doutor Ribeiro De Almeida, 151 – Lapa

Associação Recreativa Social, Cultural, Bloco Carnavalesco Gafanhoto Verde
Horário: 14h
Local: Rua Bartolomeu de Torales, 7 – Tucuruvi

Unidos do Jardim São Paulo
Horário: 15h
Local: Centro Empresarial e Metrô Jardim São Paulo

Bloco da Abolição
Horário: 12h30
Local: Rua Santo Antônio (Esquina com Rua da Abolição) – Centro

Banda do Fuxico
Horário: 13h
Local: Largo do Arouche

Acadêmicos do Baixo Augusta
Horário: 16h
Local: Avenida Consolação, entre a Av. Paulista e a Rua Antônio Carlos

Acadêmicos da Nove de Julho
Horário: 10h30
Local: Rua Itapeva, 240 (Esquina com Rua Pamplona) – Bela Vista

A Massaroca
Horário: 15h
Local: Rua Dr. Cesário Mota Jr., 552 – Bairro Vila Buarque

Bloco Eco Campos Pholia
Horário: 16h
Local: Avenida Luiz Gushiken esquina Rua Frederico Grotti – Jardim São Luís

Bloco do Tio Gal
Horário: 14h
Local: Rua Evans – Penha

Bloco Carnavalesco Recreativo União Vila Esperança
Horário: 14h
Local: Rua Cumaí, 170 – Vila Esperança

Bloco Carnavalesco É do Balacobaco
Horário: 15h
Local: Largo Nossa Senhora do Rosário – Penha

Espalhafatos
Horário: 15h
Concentração: Centro Cultural da Penha

Bloco é pequeno mais balança
Horário: 13h30
Local: Rua Mirandinha – Vila Matilde

Comunidade da Vila Favela Chic
Horário: 13h
Local: Rua Isabel, 185 – Vila Esperança

Banda Deco
Horário: 11h
Local: Avenida Engenheiro Heitor Antonio Eiras Garcia, 943 – Butantã

Sotero-Paulistano
Horário: 13h
Local: Rua das Olimpíadas – Vila Olímpia

Bloco do Binguelo
Horário: 16h
Local: Esquina da rua Mateus Grou com Rua Arthur Azevedo – Pinheiros

Lanterna Prime
Horário: 12h
Local: Rua Fidalga, 531 – Vila Madalena

Fervo da Vila
Horário: 13h
Local: Praça Rafael Sapienza, 149 –  Vila Madalena

Bloco do Ó
Horário: 9h30
Local: Rua Horácio Lane, 21 – Vila Madalena

Bloco Sambavenção
Horário: 9h
Local: Rua Felipe de Almeida, próximo da Praça Rafael Sapienza – Vila Madalena

Bloco Folia Sem Fim
Horário: 13h
Local: Rua Pacuí, 192 – Ipiranga

Carnabelém
Horário: 15h
Local: Largo São Jose do Belém – Belém

Bloco Tatuapé
Horário: 12h
Local: Rua Serra de Botucatú, 1933 – Tatuapé

Bloco Amigos da Vila Mariana
Horário: 12h
Local: Rua Pelotas, 619 – Vila Mariana

Bloco Vá Tomá na Cupecê
Horário: 11h
Local: Av. Cupecê, 1350

Monobloco
Horário: 10h
Local: Obelisco do Ibirapuera/ Av. Pedro Alvares Cabral

Bloco Carna Bronks
Horário: 13h
Local: Rua João Amado Coutinho – Jaraguá

Bloco Carnavalesco Ton Ton Do Vila Ede
Horário: 11h
Local: Rua Santo Antonio de Lisboa –  Vila Ede

Batucada da Alfaia
Horário: 15h
Local: Rua Alfaia Rodrigues – Jabaquara

Bloco do Fervo
Horário: 12h
Local: Av. Luiz Dummont Villares x Rua São Leôncio – Tucuruvi

Quizomba
Horário: 10h
Local: Avenida Tiradentes, próximo ao metrô Tiradentes e Pinacoteca

Sovaco de Cobra
Horário: 12h
Local: Rua Marambaia, 802 – Casa Verde

 Cordão Samba De Tempo
Horário: 13h30
Local: Rua Miguel Rachid, 997 – Ermelino Matarazzo

Pilantragi
Horário: 14h
Local: Avenida Professor Alfonso Bovero com Rua Caraíbas – Perdizes

Bloquinho Carnavalesco Tindôtetê
Horário: 13h
Local: Esquina da Major Sertorio com a Rua Cesario Mota Jr.

Cordão Bibitantã
Horário: 14h
Local: Rua Albuquerque Lins (esquina com a Rua Brigadeiro Galvão)

As Virgens do Minhocão
Horário: 16h
Local: Largo Santa Cecília

Rolezinho das Crioulas
Horário: 14h
Local: Rua Inácio Pereira da Rocha, 170 – Vila Madalena

Bloco Gambiarra + Tiago Abravanel
Horário: 15h30
Local: Avenida Brigadeiro Faria Lima, esquina com Rua Padre Carvalho – Pinheiros

Amauri Folia
Horário: 12h
Local: Rua Amauri, 334 – Itaim

Taca-Le Pau
Horário: 16h
Local: Beco do Batman – Vila Madalena

Cordão Carnavalesco Confraria do Pasmado
Horário: 11h
Local: Avenida Faria Lima com a Padre de Carvalho – Pinheiros

Bloco Nois Trupica Mais Não Cai
Horário: 13h
Local: Esquina da Rua Inácio Pereira da Rocha com a Rua Fidalga – Vila Madalena

Bloco Carnavalesco União da Sul
Horário: 14h
Local: Rua Ruben de Oliveira, 437 – Cocaia

Bloco do Zé e da Maria
Horário: 16h
Local: Esquina da Rua Inácio Pereira da Rocha com a Rua Fidalga – Vila Madalena

Chá da Alice
Horário: 14h
Local: Avenida Faria Lima, altura do número 64 em frente ao Bar Pirajá – Pinheiros

Bloco do Tucanistão
Horário: 14h
Local: Largo de Arouche

Astecão
Horário: 16h
Local: Avenida Ipiranga esquina com a São Luiz – República

 


Prefeitura de SP muda pela segunda vez local do desfile do bloco Quizomba
Comentários Comente

jussarasoares

 

Quizomba desfilará no domingo (31), às 10h, na Avenida Tiradentes.

Quizomba desfilará no domingo (31), às 10h, na Avenida Tiradentes. Foto: Carlos Mercuri/Divulgação

O Quizomba teve o seu trajeto alterado mais uma vez pela Prefeitura de São Paulo na tarde desta quinta (28).  Após ser despejado do Campo de Marte, junto com Bangalafumenga, Chega Mais e Sargento Pimenta, a prefeitura determinou na quarta (27) a Avenida São João como destino do bloco. No entanto, na tarde desta quinta (28), as autoridades mudaram o percurso novamente.  E, assim como os demais blocos, o Quizomba também desfilará na Avenida Tiradentes.

Com a segunda alteração promovida em dois dias, o Quizomba, que desfilará com uma bateria de 100 pessoas, fará sua concentração em frente ao metrô Tirantes, próximo à Pinacoteca. A Secretaria Municipal de Cultura, que coordena o Carnaval de Rua,  informou que a alteração ocorreu para que a estrutura montada para os blocos de sábado fosse reaproveitada para o Quizomba, que também atrai muitos foliões.

A prefeitura vetou os blocos Bangalafumenga, Chega Mais, Sargento Pimenta e Quizomba no Campo de Marte após pressão da Liga das Escolas de Samba de São Paulo. A entidade alegou que a multidão iria atrapalhar a movimentação dos ensaios técnicos e o transporte de esculturas para o Sambódromo do Anhembi.

Confira os novos locais de desfiles.

Sábado, 30 de janeiro

Bangalafumenga + Chega Mais + Sargento Pimenta
Horário: 10h
Local: Avenida Tiradentes, próximo à Pinacoteca – Luz

Domingo, 31 de janeiro
Quizomba
Horário: 10h
Local: Avenida Tiradentes, próximo à Pinacoteca – Luz

 


Ambulantes ainda podem se cadastrar para trabalhar no Carnaval em SP
Comentários Comente

jussarasoares

Ainda é possível se cadastrar para trabalhar como ambulante no Carnaval de Rua de São Paulo, que começa neste fim de semana.

Ao todo, serão 4000 vendedores que comercializarão água, refrigerante e cerveja.  Na região da Sé, serão 1100 cadastrados. Na região de Pinheiros serão distribuídas 600 credenciais, e na Vila Mariana 550.

Todos ambulantes cadastrados estarão identificados com crachá e colete do patrocinador oficial do Carnaval de São Paulo. A venda de bebidas em recipiente de vidro e alimentos estão proibidas.

Mais informações e cadastro podem ser feito pelo site: Carnaval de Rua SP 2016.

 


Vila Madalena terá área de restrição e blocos terão de dispersar até 16h
Comentários 9

jussarasoares

O bloco Pimentas do Reino é um dos 34 inscritos para desfilar na Vila Madalena. Foto: Reprodução

O bloco Pimentas do Reino é um dos 34 inscritos para desfilar na Vila Madalena. Foto: Reprodução

Com 355 blocos – 91 a mais do que em 2015, o Carnaval de Rua de São Paulo começa neste sábado, 30. Apenas neste primeiro fim de semana,  serão 139 grupos, incluindo aqueles que têm grande expectativa de público, como Bangalafumenga, Sargento Pimenta, Monobloco, Acadêmicos do Baixa Augusta e Bloco Bicho Maluco Beleza, de Alceu Valença.  Para evitar confusão nas ruas da Vila Madalena durante a madrugada, como brigas, consumo de drogas e sexo nas vias públicas como ocorreu no ano passado, a Prefeitura vai criar uma área de restrição e blocos terão que dispersar até às 16h.

O espaço a ser cercado  fica entre as ruas Aspicuelta, Fidalga, Wizard e Inácio Pereira da Rocha, onde apenas carros de moradores cadastrados poderão transitar. Todos os demais veículos terão a passagem bloqueada. No local, poderão entrar, por dia, apenas 15 mil foliões. Todos serão revistados e está proibida a entrada de garrafas de vidro e caixa de isopor com bebidas. Polícia Militar, Guarda Civil Metropolitana e segurança privada participam da ação.

Outra medida estipula que  blocos que saem neste trecho da Vila Madalena façam sua dispersão total até às 16h, horário em que a área de atenção especial começará a ser cercada. Os demais cordões de Pinheiros têm até 20h para terminar seu desfile.  As determinações do governo municipal foram anunciadas no início da tarde desta quinta (28) durante coletiva para a imprensa, na sede da Prefeitura, no Viaduto do Chá. ''O problema da Vila Madalena no ano passado não foram os blocos, mas as pessoas que vinham de fora, com carro de som'', disse o secretário municipal de Cultura, Nabil Bonduki.

Ao todo, 69 blocos foram inscritos para desfilar na região da Subprefeitura de Pinheiros. Deste total, 34 percorrem as ruas da Vila Madalena.

Infraestrutura

Em 2016,  a cidade terá 170% mais banheiros públicos em relação ao ano anterior. Em 2015, foram 3000. Neste ano, são 8.108 unidades.  ''Não será por falta de banheiro que a cidade ficará cheirando mal, mas é preciso mais cidadania, as pessoas precisam se disciplinar um pouco mais'', observou Bonduki. Em São Paulo, não existe legislação que pune quem for flagrado urinando nas ruas, como ocorre no Rio de Janeiro.

O efeito da equipe de limpeza também aumentou. Saltou de 1900 para 2100 agentes. Para atender a demanda dos blocos, foram contratadas 364 diárias de ambulâncias. Além disso, 100 agentes trabalharão nas ruas fiscalizando o cumprimento da Lei Cidade Limpa e coibindo ambulantes irregulares.

O Carnaval de Rua de São Paulo em 2016 receberá um investimento de 10, 5 milhões de reais, dos quais 3,5 milhões vêm do patrocínio do Amstel e Caixa. Em 2015, os gastos com a folia foram de 6 milhões.

A Prefeitura têm sido criticada pelo excesso de exigências aos blocos e pelas mudanças de última hora do trajeto de blocos. ''Embora alguns blocos dizem que estamos burocratizando, mas estamos buscando o meio-termo. Estamos crescendo com organização e planejamento. Temos tudo para nos tornar o maior carnaval do Brasil”,  disse Bonduki.